FOTOS: conheça o interior de uma casa feita de barro

FOTOS: conheça o interior de uma casa feita de barro
21 out 2015

Entre nossas andanças pelo Brasil, visitamos a casa do arquiteto Michel Habib que constrói, basicamente, com materiais naturais: terra, madeira, bambu, pedras, cal, etc. E que maravilha.

A bioconstrução (ou arquitetura natural e vernacular) é uma alternativa inteligente em todos os sentidos: ecológico, econômico e para o próprio bem-estar.

Ecológico porque usa o máximo de recursos disponíveis na área próxima a obra, evitando o desperdício com a manufatura e logística; porque o projeto sempre se preocupa com o reaproveitamento de rejeitos, com a coleta de água da chuva, o uso de energias renováveis e não poluentes e com o aproveitamento da luz natural.

Econômico porque usa materiais que custam menos e se preocupam com o reaproveitamento e a otimização dos recursos.

Prazeroso porque, além de bonito pra caceta, a terra mantém a temperatura da casa amena durante todo o ano.

Confira, abaixo, algumas fotos dessa belezura:

Frente da casa

A vista de fora da casa, praticamente toda feita com materiais da região de Atibaia.

 

Parede de Adobe

Parede de “adobe”, que são tijolões feitos de terra, areia e palha. Barato, resistente e bonito.

 

12079717_1627392480861181_2025614749388795697_n

A casa é uma graça, sim ou sim?

 

12108953_1627392557527840_3254401166621282670_n

Vista do mezanino

 

Porta

Detalhe da porta de entrada que é feita de madeira de demolição resgatada em caçambas alheias.

 

12144719_1627392647527831_7463059731355324445_n

Raio-x da casa: essa parede foi feita com a técnica do pau-a-pique. O Michel deixou à mostra as camadas do processo. Primeiro a treliça de bambu recheada de massa de terra, areia e palha, seguida de reboco grosso com os mesmos elementos e finalizada com tinta natural de argila.

 

12107016_1627392604194502_6993210197468378082_n

Esse é o filtro de raízes na parte externa da casa. As águas cinzas(aquelas usadas para lavar louças, roupas e para banho) são filtradas pelas raízes dessas plantas e seguem para serem usadas nos vasos sanitários e para irrigação. Depois as águas negras(aquelas com bosta, merda, cocô, fezes) seguem para outro tanque, onde os dejetos são decantados e a água filtrada por outras raízes de outras plantas.

 

12063308_1627392554194507_4944767320051456986_n

Escadinha. Vivi, Michel e Guto. No fundo uma das paredes da casa feita com a técnica da taipa de pilão. Duas madeirites são colocadas como forma da grossa parede. Uma massa de terra e areia é jogada dentro dessa forma e pilada(socada com um pilão) até compactar. A madeirite é colocada mais pra cima e o processo se repete até a parede alcançar a altura querida.

 

Conheça o projeto PorQueNão? que busca soluções sustentáveis pelo Brasil.

Fotos da produção do projeto.



PorQueNão?
PorQueNão?

PorQueNão buscar e compartilhar conhecimentos a fim de repensarmos nosso modo de vida? Viajamos o Brasil conectando pessoas que fazem e pessoas que buscam

Observações

  1. Gostaria encontrar pessoas que entendam de casas de barro

  2. Ana Maria Borges Diz: fevereiro 25, 2017 at 7:41 pm

    Sensacional!Eu defendo esta idéia há uma vida.Não tinha encontrado ninguem que ativesse colocado em prática.Parabens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *