Vilarejo no Reino Unido quer produzir sua própria energia elétrica limpa

Vilarejo no Reino Unido quer produzir sua própria energia elétrica limpa
28 set 2017

Composto por 16 casas, um vilarejo localizado na cidade de Neath, na Inglaterra, quer se tornar 100% independente da rede elétrica e produzir sua energia de forma autônoma. A ideia é que ela seja enxergada como uma usina de pequena escala autônoma e que o resultado de energia seja compartilhado entre os moradores.

O projeto pretende testar a possibilidade de substituir usinas geradoras de energia locais por condomínios high tech autossuficientes. O programa é uma parceria entre a companhia que constrói mini usinas, chamada Specific, e a PoblGroup, responsável pela habitação social.

A casa inteira, que pode ter de um a três quartos, foi pensada para maximizar a produção de energia por meio de painéis solares no telhado e coletores, que podem ser compartilhados entre o conjunto habitacional. Armazenamento também será de uso comum, e poderá abastecer carros elétricos também.

A ideia de PoblGroup é provar que casas eficientes e sustentáveis já são realidade e cabem no bolso da maioria da população (inglesa) – além de atender todas as demandas atuais. “Nós queremos promover casas confortáveis e agradáveis para se viver, que também gera sua própria energia, reduzindo drasticamente as despesas fixas com eletricidade”, explica Elfed Roberts, head de projetos da empresa.

Caso o piloto dê certo, mais 1.200 casas semelhantes serão construídas!



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. Quando vejo essas notícias penso no Brasil. Aqui sobra energia solar e falta honestidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *