Tuíte e ajude a cancelar festival chinês de carne de cães

Tuíte e ajude a cancelar festival chinês de carne de cães
19 fev 2015

Dez mil. Esse é o número de cães que são assassinados a cada edição do Festival de Yulin. Já ouviu falar na festa? Popular na China, ela reúne, todos os anos, milhares de pessoas, que vão ao evento com uma única intenção: empanturrar-se de carne de cachorro.

Trata-se de uma espécie de tradição chinesa, criada para comemorar o Solstício de Verão (aquela data do ano em que o dia é mais cumprido, devido a posição do Sol). Mas ativistas do mundo inteiro consideram o costume para lá de desnecessário e estão dispostos a acabar com ele de uma vez por todas.

Como? Está rolando na rede um tuitaço com a hashtag #StopYulinFest. A ideia é que todas as pessoas que são contra o festival tuítem alguma coisa expressando sua indignação e, juntas, pressionem o governo de Yulin – ou, melhor ainda, da China – a cancelar a edição de 2015 do evento, que acontece em junho.

No ano passado, uma manifestação semelhante rolou na rede e, embora o festival tenha acontecido, o público diminuiu, o que obrigou os vendedores de carne de cachorro a subir o preço da mercadoria. Quem sabe nesse ano a festa não é embargada de vez?

Pouco a pouco, a cultura de comer carne de cachorro está desaparecendo na Ásia. Em Hong Kong, a prática é proibida desde 1950. Filipinas e Taiwan seguiram o exemplo e, em 1998 e 2003, respectivamente, também sancionaram leis de bem-estar animal que proíbem o abate de cães e gatos para fins alimentícios.

Muita gente é a favor, mas outros tantos acham absurdo interferir em um hábito cultural dos chineses, uma vez que no Ocidente também há o costume de comer carne de outros animais. Para essas pessoas, os ativistas têm um contra-argumento na ponta da língua: os cachorros assassinados em pleno Festival de Yulin são submetidos a maus-tratos (vide a foto que abre esse post) e não são criados para abate. Muitos são roubados ou capturados no meio da rua e, por isso, podem transmitir doenças às pessoas que os comem.

E você? É a favor do Festival de Yulin ou vai colocar a boca no trombone no Twitter?

Foto: Animals Asia/Creative Commons



Redação
Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Observações

  1. Stopy cruelty!!!!!!

  2. Que isso acabe. sou contra!

  3. Acabe com essa crueldade

  4. veronicafranca Diz: fevereiro 20, 2015 at 4:17 pm

    Stop Cruelity Animal

  5. #StopYulinFest

  6. stop killer dogs

  7. CHINESES SÃO MALDOSOS, SÃO CRUÉIS, E DEUS VAI PESAR AS MÃOS SOBRE ELES, PENSAM QUE NÃO? DEUS QUEM CRIOU HUMANOS E ANIMAIS… E ELES MALTRATAM, VÃO SE VER COM O CRIADOR… PAREM COM ESSAS BARBÁRIES COM OS ANIMAIS QUE NEM SÃO SEUS SÃO CIDADÃOS DO MUNDO…

  8. fabio gehring Diz: fevereiro 21, 2015 at 6:33 pm

    Parem com este assassinato de cães indefesos!!!

  9. Tania Menna Barreto Diz: fevereiro 21, 2015 at 7:18 pm

    This is tremendously cruel. And it sounds so grotesk: Fill yourself up with dog meat. Dogs are the most friendly, and loyal animals for the human beings. Please, stop this barbárie once for all.

  10. Eliana Monteiro Diz: fevereiro 22, 2015 at 10:16 am

    Também acho um absurdo matar os animais. isto tem que acabar. seres inocentes sofrendo muito, morrendo por nada.. vamos! temos que nos unir mesmo para ajudar os animais..

  11. absurdo

  12. Também acho um absurdo matar os animais. isto tem que acabar. seres inocentes sofrendo muito, morrendo por nada.. vamos! temos que nos unir mesmo para ajudar os animais..

  13. CHEGA DE CRUELDADE ESTÚPIDA!!!!!!!! SE O SER HUMANO É INTELIGENTE, DEVE USAR A INTELIGENCIA! E SABER QUE OS ANIMAIS SOFREM E SENTEM COMO ELE!

  14. […] contamos aqui no The Greenest Post a respeito do festival de carne de cachorro que acontece na China e mata cerca de dez mil animais a cada edição. Mas não é só por lá que o abate de cães é […]

  15. Que o meu GRANDE DEUS mim perdoe, mas o que a raça humana faz mau aos animais e a natureza eles o homem ja deveria ser extinto da face da terra. será possivel gente que esse tipo de crime abusivo ainda esteja acontecendo.sofrimento tristeza e dor que essas criaturas passam nas mãos do HOMEM O MAIOR PREDADOR DA VIDA

  16. Heitor Folgierini Diz: dezembro 7, 2017 at 5:21 pm

    Sou TOTALMENTE CONTRA esta prática nefasta, imoral e maligna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *