Substituir táxis por carros compartilhados diminuiria em mais de quatro vezes número de veículos nas ruas, diz MIT

Substituir táxis por carros compartilhados diminuiria em mais de quatro vezes número de veículos nas ruas, diz MIT
03 fev 2017

O compartilhamento de carros tem se mostrado uma grande tendência – que, inclusive, já chegou aqui no Brasil: como já contamos aqui no The Greenest Post, a prefeitura de Porto Alegre planeja criar sistema de compartilhamento de elétricos no município. Pelo visto, estamos no caminho certo: estudo recente feito pelo MIT afirma que o potencial da prática é muito maior que imaginávamos. Os mais de 14 mil táxis da cidade de Nova York, por exemplo, poderiam ser substituídos por três mil carros compartilhados.

A pesquisa, liderada pela especialista Daniela Rus, do Laboratório de Ciência da Computação e Inteligência Artificial do MIT, desenvolveu um algoritmo que analisa dados de três milhões de viagens realizadas por táxis pela cidade. O resultado revela que opções como Uber, que permitem o carpooling, tiram milhares de veículos das ruas e conseguiriam tranquiliamente atender a toda a demanda.

“Em vez de transportar uma pessoa de cada vez, motoristas podem transportar duas a quatro de uma vez só, o que resulta em menos viagens, menos tempo e mesma renda”, explica Daniela.

O sistema, que seria facilmente adaptado para carros que dirigem sozinhos, seria uma espécie de otimização do processo já existente. Ele consegue melhorar caminhos, identificar locais com demandas maiores e acelerar o serviço em 20%. Estima-se que o passageiro não esperaria muito mais que 2,7 minutos para ser buscado no local solicitado.

Menos carros nas ruas da metrópole significa não apenas menos poluição, como também menos tempo no trânsito, maior qualidade de vida, e uma economia e tanto!

Foto: Phil Hilfiker/Creative Commons



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *