Teste detecta presença de pesticida em sorvetes da marca Ben & Jerry’s

Teste detecta presença de pesticida em sorvetes da marca Ben & Jerry’s
27 jul 2017

O famoso fabricante de sorvetes Ben & Jerry’s é uma empresa acostumada a estrelar manchetes por boas razões, como utilizar apenas ingredientes (açúcar, cacau, baunilha, café, bananas…) fabricados produtores certificados pela Fairtrade International. Uma recente descoberta, entretanto, acabou sendo um desastre para a reputação da companhia.

Vestígios de glifosato, o pesticida mais usado em todo o mundo, foram encontrados em 10 de 11 amostras de sorvetes da Ben & Jerry’s. O teste foi realizado pela Organic Consumers Association. Os números não foram berrantes: o valor mais expressivo foi de apenas 1,74 parte por milhão no sorvete de sabor Brownie Chocolate Fudge.

No entanto, o limite de segurança estabelecido pela EPA (Environmental Protection Agency) está sendo questionado pela Organização Mundial da Saúde, mais especificamente pelo Departamento de Pesquisas de Câncer, que afirma que o glifosato provavelmente pode causar alguns tipos de câncer.

Efeitos do glifosato

Segundo os pesquisados, a exposição, mesmo em pequenas quantidades de glifosato, pode ter um impacto muito negativo no corpo humano. Quando ratos de laboratório ingeriram o equivalente a uma porção de sorvete de tamanho infantil, eles apresentaram sinais precoces de doença hepática em três meses e pioraram ao longo do tempo.

Curiosamente, o governo americano não testa e nunca testou produtos contra presença de glifosato. Realiza testes de rotina para todos os outros tipos de pesticidas nos alimentos, mas o glifosato sempre foi excluído dos testes. Por que? Também gostaríamos de saber!

Foto: Divulgação/Ben & Jerry’s



Guilherme Lupino
Guilherme Lupino

Engenheiro Civil, formado pela Universidade Estadual Paulista, entusiasta em novas tecnologias e sistemas de construção sustentáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *