Telhado verde é obrigatório em Copenhague e Toronto

Telhado verde é obrigatório em Copenhague e Toronto
27 out 2014

Os benefícios do telhado verde já são amplamente conhecidos: a qualidade do ar, o conforto térmico e a absorção de água da chuva nas cidades, que normalmente são asfaltadas e sofrem com alagamentos. Uma forma de fomentar a aplicação do método é criar incentivos públicos. Em Copenhague e Toronto, por exemplo, os terraços urbanos devem ser cobertos de verde.

A primeira cidade a adotar o telhado verde como medida pública foi Toronto, em 2010. Como resultado, a cidade tem 1,2 milhão de metros quadrados verdes e uma economia de energia estimada em 1,5 milhão de kWh por ano.

Recentemente, Copenhague, famosa pela utilização das bicicletas, também adotou a lei com o objetivo de se tornar carbono zero até 2025. Por enquanto, apenas 30 edifícios adotaram o telhado verde, que totalizam vinte mil metros quadrados. Mas, com a nova lei, estima-se a instalação de cinco mil metros quadrados por ano.

Além do telhado verde, incentivos públicos para a prática de coleta de água da chuva, compostagem local e utilização de bike fazem diferença. São simples atitudes que, em larga escala, melhoram nosso entorno.

Foto: Divulgação/ Câmara Municipal de Curitiba


Share

Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *