Startup indiana constrói banheiros públicos que ainda produzem água limpa para a população

Startup indiana constrói banheiros públicos que ainda produzem água limpa para a população
02 maio 2016

A meta do governo da Índia é conseguir oferecer saneamento básico para 100% da população até 2019. Mas ele não está trabalhando sozinho! A startup SHRI está ajudando a construir banheiros públicos capazes de transformar os dejetos em biocombustíveis que abastecem uma usina de filtragem de águas subterrâneas.

A startup foi criada em 2016, na aceleradora Y Combinator, e ganhou o incentivo inicial de US$ 100 mil para tornar realidade o projeto-piloto da ideia. A empresa já construiu quatro blocos de 16 banheiros (oito femininos e oito masculinos), no estado de Bihar, no norte da Índia. A vila que recebeu o protótipo tem 1.500 habitantes, sendo que cerca de 800 deles já usam os benheiros diariamente — e de graça!

Segundo o codiretor Joan DeGennaro da startup, a SHRI está apenas começando. Além de apoio do governo, existe a esperança de conseguir investimento de bilhões de empresas do Vale do Silício. “Nós estamos fazendo um grande esforço e conversando com vários investidores por meio de videoconferência”, disse ele. “Somos atraentes para eles porque temos um elemento sustentável: gerar lucro com a filtragem da água”.

A SHRI já tem um acordo para implementar mais blocos no estado vizinho, chamado Jharkhand. Entretanto, construir banheiros não é o único desafio da Índia. Convencer as pessoas a utilizá-los e lutar contra a corrupção que envolve os esforços públicos para isso também é algo ainda bastante preocupante.



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *