Dieta vegana reduz risco de doenças no coração em crianças, diz estudo

Dieta vegana reduz risco de doenças no coração em crianças, diz estudo
25 mar 2015

Já não é mais novidade que a obesidade infantil só cresce no mundo inteiro. No Brasil, os índices chegaram a dobrar nos últimos dez anos. Com isso, o risco de desenvolver doenças do coração, diabetes e derrame é muito maior.

Estudo recente da Cleveland Clinic aponta que a mudança de dieta pode ser grande aliada para combater doenças do coração em crianças. Segundo o pediatra Michael Macklin, uma alimentação vegana, baseada em plantas, sem adição de gordura, é muito eficiente.

Michael estudou 28 crianças obesas, entre nove e dezoito anos. Metade foram submetidas à dieta indicada pela Associação Americana do Coração, que libera quantidades reguladas de carne vermelha e branca e produtos derivados de leite.  A outra metade adotou a dieta vegada, sem consumo de alimentos de origem animal.

Após quatro semanas, as crianças do segundo grupo demonstraram progresso incrível em nove áreas: índice de massa corporal, pressão arterial sistólica, peso, circunferência do braço, colesterol total, colesterol de lipoproteína de baixa densidade, insulina, mieloperoxidase e alta sensibilidade da proteína C-reativa (os dois últimos são indicadores comuns para doenças do coração).

Já o outro grupo melhorou apenas quatro: circunferência do braço, circunferência da cintura, peso e mieloperoxidase.

“Se é possível ver bons resultados em apenas quatro semanas, imagine se todas as crianças com problemas no coração passarem a praticar o veganismo”, instiga Michael.

Mesmo assim, nos EUA, uma mãe perdeu a tutela do filho por optar pela dieta vegana. Mas macarrão instantâneo e salsicha estão liberados. Vai entender!

Foto: Jennifer/Creative Commons 


Share

Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *