Projeto monta ‘shopping’ em praça de SP para moradores de rua fazerem compras de graça

Projeto monta ‘shopping’ em praça de SP para moradores de rua fazerem compras de graça
07 dez 2015

Deparar-se com filas em shoppings, nessa época do ano, é comum. Neste fim de semana, no entanto, o formigueiro de gente ansiosa para ir às compras formou-se em uma praça da cidade de São Paulo, no bairro da Penha.

Os consumidores que pegavam fila para “comprar” eram todos moradores em situação de rua. Eles aguardavam sua vez de entrar em loja montada por voluntários da capital paulista, a céu aberto, em que mais de cinco mil peças de roupas, 800 sapatos e 300 brinquedos, entre outros itens, como óculos, estavam “à venda”.

Os produtos foram arrecadados, a partir de doações, pelo dentista Marcus Lima, que encabeçou a ação. A intenção é dar mais dignidade aos moradores em situação de rua ao oferecer a oportunidade de escolherem suas próprias roupas e sapatos.

Os produtos, claro, não são cobrados e, antes de ir às compras, os sem-teto recebem pulserinhas de identificação e sacolas para guardar as compras. Tem até cafezinho para os clientes! Tratamento VIP para quem, diariamente, costuma ser ignorado (sem motivos!) pela maioria da população da cidade.

A iniciativa é inspirada no projeto The Street Store, que já noticiamos aqui no The Greenest Post. Criada na África do Sul, a ONG incentiva a criação de lojas de rua para os sem-teto poderem ter a oportunidade de escolher suas próprias roupas. Cerca de 120 cidades do mundo já replicaram a ideia. E nós torcemos para que se espalhe por muitas outras!



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *