Precisando de inspiração? Barco movido a energia solar vira espaço de coworking para aventureiros

Precisando de inspiração? Barco movido a energia solar vira espaço de coworking para aventureiros
04 jul 2016

Os espaços de coworking (escritórios colaborativos) estão com tudo! Já contamos aqui no The Greenest Post a história de uma colaboradora que abandonou a vida corporativa e se jogou com tudo na economia colaborativa. Também anunciamos a abertura da primeira casa de coworking brasileira pensadas para mães, onde há até cuidadoras para as crianças. Mas nunca, N-U-N-Q-U-I-N-H-A, imaginaríamos um espaço de coworking e coliving em alto mar!

Essa é a ideia do Coboat, onde entre uma tarefa e outra você consegue dar uma mergulhada, em um cenário incrível, e voltar com a produtividade lá em cima. Outras atividades como yoga, aulas aleatórias e mergulho monitorado estão inclusas no pacote. Além disso, o barco é todo equipado com wi-fi, é claro.

“Nós chamamos de um espaço de coworking em um barco. Mas não é um espaço onde você passa o tempo inteiro olhando o computador”, explica Gerald Schömbs, cofundador do local. “É algo mais parecido com um acampamento de coworking, onde o que mais importa é a colaboração, o compartilhamento, colher feedbacks e fazer novos amigos.

Ao contrário de um espaço convencional de coworking, você não pode ir embora no final do dia. Em vez disso você fica imerso em um universo por algumas semanas – em um lugar na maior parte das vezes paradisíaco! Isso tem um potencial muito grande de aumentar a produtividade. “É um pouco mais intenso e pode trazer mais resultados – ser mais eficiente, efetivo, trazer mais ideias, inspirações e experiências”, acredita Gerald.

O mais bacana de tudo é que o barco passou por uma boa reforma recentemente e será abastecido por energia solar. O equipamento também consegue transformar a água do mar em “água doce” por meio da dessalinização. O Coboat tem capacidade para abrigar 20 coworkers por vez. Quem quer embarcar?



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. Acho que isso é o mais incrível da cultura coworking: ela sempre pode nos surpreender positivamente!
    Adoro o fato de que existem opções para quem curte a natureza, para quem trabalha com tecnologia, para quem quer levar os pets para o trabalho e assim por diante.
    A Coworking Brasil também fez uma seleção de espaços pelo mundo que são incríveis para inspirar quem pensa em abrir um coworking.
    🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *