PR inaugura 1ª planta do Brasil que produz energia a partir de esgoto, restos de alimentos e podas de grama

PR inaugura 1ª planta do Brasil que produz energia a partir de esgoto, restos de alimentos e podas de grama
21 jun 2017

A Itaipu Binacional inaugurou, em Foz do Iguaçu, no Paraná, uma unidade de demonstração de biogás e biometano. A planta é a primeira do Brasil que utiliza como matéria-prima uma mistura de esgoto, restos orgânicos de restaurantes e poda de grama. Ou seja, trata-se de um projeto inovador. Normalmente a produção de biogás em território nacional é feita apenas com dejetos de animais.

Por mês, a planta de biometano vai utilizar aproximadamente 10 toneladas de restos de comida e de resíduos orgânicos, além de 30 toneladas de poda de grama. O modelo passará por 20 meses de teste e poderá ser replicado em todo o país com grandes vantagens ambientais e econômicas.

A estimativa de produção é de 4 mil m³ de biometano por mês, quantidade suficiente para atender uma frota de 80 veículos, por exemplo, considerando um consumo médio de 800 km por veículo ao mês. Atualmente já são quase 70 veículos da frota de Itaipu abastecidos com biometano. Outro subproduto do processo é o biofertilizante que será aplicado em mais de 200 hectares de áreas verdes da empresa.

O suinocultor José Carlos Colombari, de São Miguel do Iguaçu, é prova viva das vantagens econômicas e ambientais proporcionadas pelo uso do biogás. A granja de Colombari conta com cinco mil suínos, que produzem cerca de 45 m³ por dia de efluentes líquidos, que são direcionados a dois biodigestores de lagoa coberta. Com os resíduos, o suinocultor consegue produzir diariamente 750 m³ de biogás. Energia limpa para usar e vender!

Foto: Divulgação



Web Rádio Água
Web Rádio Água

A Web Rádio Água é uma ferramenta de comunicação do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH), um centro de categoria 2 do Programa Hidrológico Internacional da UNESCO. A WRA opera na produção e difusão de conteúdos em áudio (técnicos e comunitários) dentro das temáticas “Água, Energia e Sustentabilidade”. O projeto dedica-se a ser um espaço colaborativo que possibilita a troca de informações e experiências, para que, a partir da mobilização social, sejam adotadas boas práticas relacionadas à temática água como recurso natural em diferentes cenários da vida.

Observações

  1. Eduardo B CHAVES Diz: junho 23, 2017 at 4:10 am

    Vi isso funcionando na Suíça em 1982.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *