Em Porto Alegre, moradores podem trocar lixo reciclável por livros

Em Porto Alegre, moradores podem trocar lixo reciclável por livros
18 maio 2015

A produção de lixo aumenta cada vez mais no Brasil e no mundo e, para tentar combatê-la, pipocam ações de incentivo à reciclagem. Na Turquia, por exemplo, uma máquina troca recicláveis por ração para animais de rua. Já em Curitiba, o lixo reciclável dá direito a frutas e verduras frescas e, em São Paulo e no Ceará, os materiais rendem descontos na conta de luz. Bacana, não?

Eis que Porto Alegre se junta a esse grupo de regiões que apoiam e incentivam seus moradores a reciclar o lixo com uma iniciativa diferente: a Troca Solidária de Livros, que distribui obras literárias à população em troca de cinco tipos de resíduos recicláveis – metal, plástico, vidro, papel e embalagens longa vida.

A primeira edição do projeto acaba de acontecer, promovida pelo DMLU (Departamento Municipal de Limpeza Urbana de Porto Alegre), e foi inspirada em outra iniciativa da cidade: a Troca Solidária, que desde dezembro promove a troca de materiais recicláveis por alimentos hortifrutigranjeiros.

Instalado na escola Governador Ildo Meneghetti, no bairro Rubem Berta, o stand do Troca Solidária de Livros informava as regras para a troca: quatro quilos de resíduos recicláveis davam direito a dois livros. Um ficava com quem fez a doação do lixo, enquanto o outro era destinado à biblioteca do colégio, para uso de toda a comunidade escolar. As obras foram doadas pela Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais. Curtiu?

A iniciativa – que incentiva a reciclagem e, de quebra, fomenta o hábito da leitura entre a população – ainda não tem data definida para a próxima edição, mas nó esperamos que seja em breve. E você?

Foto: Archives New Zealand/Creative Commons



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *