Justiça obriga Londres a lançar plano de combate à poluição

Justiça obriga Londres a lançar plano de combate à poluição
26 ago 2015

Novo estudo da King’s College London, financiado pelo órgão de transporte público de Londres, concluiu que aproximadamente 9.500 pessoas morrem na cidade, todos os anos, por conta da poluição. O resultado é o dobro do previsto. Os principais poluentes causadores do dano são conhecidos como PM2.5s e o gás NO2.

A cidade já vive há mais de cinco anos com volume maior de NO2 do que o considerado seguro pela ONU, o que resultou em uma ação legal que obrigará as autoridades a tomar uma atitude e lançar um plano de ação contra o problema.

Ainda segundo o estudo, a maior parte do NO2 é proveniente da combustão do principal combustível utilizado na capital: o diesel.

Para Alan Andrews, advogado da NGO ClientEarth, que levantou o caso que gerou a ação, o resultado do estudo reforça a urgência de encontrar um novo plano. “Apesar de chocante, os dados são apenas a ponta do iceberg. Para cada pessoa que morre por causa da poluição do ar, há muitas outras seriamente doentes”, alertou.

De acordo com o Dr. Penny Woods, presidente da Fundação Britânica de Pulmão, a exposição à poluição aumenta a chance de câncer de pulmão, compromete o desenvolvimento do órgão em crianças e aumenta as chances de hospitalização da população.

Foto: Sludge G/Creative Commons



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *