Quer aprender a manter uma horta orgânica em casa? Pioneiro do tema no Brasil dá curso em ecovila de SP

Quer aprender a manter uma horta orgânica em casa? Pioneiro do tema no Brasil dá curso em ecovila de SP
21 nov 2016

Atenção você que é fã do assunto! Nos dias 10 e 11 de dezembro, o educador e engenheiro agrônomo Edson Hiroshi ministrará curso sobre hortas orgânicas, na ecovila Clareando, que fica localizada em Piracaia, a apenas 90 quilômetros da cidade de São Paulo. Entre outras dicas preciosas, os participantes vão aprender a fazer um bom composto orgânico para adubar o solo, receberão instruções de como preparar a terra e plantar corretamente e ainda de como fazer inseticidas naturais para espantar pragas.

Desta forma, quem mora em apartamento, por exemplo, vai conseguir fazer vasinhos de tempero sem agrotóxicos para usar na cozinha. E quem mora em um sítio vai aprender a preparar a terra utilizando técnicas que não agridem o meio ambiente. “As pessoas vão descobrir que é possível fazer milagres em apenas um metro quadrado de terra”, afirma.

A vivência tem por objetivo estimular as pessoas que moram na cidade – ou mesmo no campo – a se reconectar com a natureza. “Cultivar uma horta orgânica é o primeiro passo para criar um diálogo com a terra”, afirma Hiroshi, que é um dos pioneiros da agricultura orgânica urbana no Brasil. Seu primeiro curso, chamado Unidade da Vida, foi lançado há 35 anos, quando o tema sustentabilidade ainda não estava em evidência.

As aulas acontecerão na horta comunitária da própria ecovila. Para Hiroshi, é possível estabelecer uma comunicação com as plantas ao cultivá-las: “Assim como um cachorro reconhece quem o trata, uma planta também se manifesta silenciosamente à presença de seu tratador”. E aí, vamos fazer conexão?

SERVIÇO
O que: Curso “Horta Orgânica: Um Caminho”
Quando: 10 e 11 de dezembro
Valor: R$ 290 (com hospedagem e refeições vegetarianas inclusas)
Inscrições e informações: projetocasaclara@gmail.com



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. Oi, Jéssica, que maravilha de reportagem. Pena que eu não more bem mais próximo dessa região (e não possa viajar nesses dias). Mas, independentemente disso, torço muito para que iniciativas como essa se espalhem cada vez mais. Como você diz aí, “pequenas ações que podem mudar o mundo”. Que venham muito mais pequenas ações do tipo pela frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *