Paulistanos que vão trabalhar de bike podem ganhar auxílio financeiro das empresas

Paulistanos que vão trabalhar de bike podem ganhar auxílio financeiro das empresas
17 jun 2016

Enquanto em Pernambuco quem pedala até o trabalho ganha dias de folga, em São Paulo quem opta por esse meio de transporte pode, em breve, ganhar auxílio financeiro das empresas.

Tramita, na Câmara Municipal, o Programa Bike SP, que institui a medida. O projeto já foi aprovado em primeira instância na gestão Haddad e ainda precisa ser submetido à sanção da atual prefeitura.

Se aprovado, o Programa Bike SP oferecerá auxílio de R$ 50 para os paulistanos que pedalam até o trabalho, pelo menos, três vezes por semana. O valor será depositado no Cartão do Ciclistauma espécie de vale-transporte do ciclista – e poderá ser usado para serviços de manutenção da bike, compra de peças e acessórios e até para adquirir uma nova bicicleta em longo-prazo.

Segundo o texto da medida, as empresas da capital de São Paulo não serão obrigadas a aderir ao Programa Bike SP, mas aquelas que o fizerem ganharão benefícios – como, por exemplo, dedução de até 20% no IPTU. Para isso, no entanto, elas precisarão ter pelo menos 30% do quadro de funcionários da empresa com Cartão do Ciclista – o que também incentiva as próprias companhias a promover iniciativas internas de estímulo ao uso da bicicleta como meio de transporte diário.

Ah! E todas as empresas participantes do programa também deverão oferecer vestiário com chuveiros e estacionamento para bikes aos seus funcionários.

Curtiu a iniciativa? Assista abaixo ao seu idealizador, o vereador Police Neto, falando a respeito. Pedala, São Paulo!



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *