O jovem que esquiou da Antártica ao Polo Sul para entender as mudanças climáticas

O jovem que esquiou da Antártica ao Polo Sul para entender as mudanças climáticas
22 ago 2014

O estudante de geofísica da Universidade de Yale, Parker Liutaud, de 20 anos, enfrentou 640 quilômetros e temperaturas que variam de -28ºC a -60ºC para se dedicar aos estudos sobre mudanças climáticas. Parker é o homem mais jovem a completar o percurso: foram necessários apenas 18 dias, 4 horas e 47 minutos.

“Sempre ouvi as pessoas discutindo sobre mudanças climáticas para as gerações futuras. Ai me dei conta de que eu sou a geração futura e me envolvi na iniciativa”, declarou o estudante que tem por objetivo colher amostras dos locais. O ambicioso projeto parece simples, mas não é: são doze horas esquiadas por dia – com bagagem de 82 quilos – e mais quatro horas para montar o acampamento.

Uma dieta de 6 mil calorias é mantida para que seja possível cruzar a terceira maior cadeia de montanhas do continente: os Montes Transantárticos. A iniciativa ajudará no desenvolvimento de uma estratégia de resistência aos riscos que o aquecimento global oferece.

Não é a primeira vez que Parker vai à Antártica: desde os 15 anos frequenta o local. O garoto é embaixador do One Young World, organização que reúne jovens do mundo inteiro para incentivar mudanças positivas.

Foto: Divulgação



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *