Fralda biodegradável feita de papelão promete reduzir (e muito!) a produção de lixo

Fralda biodegradável feita de papelão promete reduzir (e muito!) a produção de lixo
17 jun 2014

Estima-se que cada criança gera uma tonelada de lixo por ano ao utilizar fralda descartável, que leva aproximadamente 500 anos para se decompor. Olha só a pegada do seu bebezinho, que mal nasceu e já deixa marcas inestimáveis no planeta!

Como fraldas de pano são, para a maioria das famílias contemporâneas, um pé no saco, a grande promessa para acabar com o lixo descartável de fraldas é a água-viva. Entenda melhor no post As fraldas descartáveis que prometem se decompor em 1 mês no meio ambiente.

Mas até o projeto se tornar algo viável, procuramos novas soluções um pouco mais ‘palpáveis’. É o caso da fralda biodegradável, produzida a partir de um falso tecido de fibras de celulose extraídas no papelão – absorvente e macio como o algodão, mas muito parecido com o TNT.

Pensadas por pesquisadores do Centro de Pesquisa Técnica (VTT), na cidade de Espoo, Finlândia, o preço promete ser competitivo com as fraldas comuns, feitas a partir do poliéster.

A forma de reaproveitar o papelão não é novidade – na Europa, já foram produzidos 1,9 milhão de produtos derivados do tecido desde 2011. Mas a solução para a fralda descartável inclui um método inédito, que reduz a agressão ao meio ambiente.

Outros produtos – como absorvente, papel higiênico, guardanapos, por exemplo – podem utilizar a tecnologia, já que a espuma extraída do material reciclado é necessária em diversos artigos descartáveis.

Foto: zuza-foto/Creative Commons


Share

Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *