Papa Francisco inaugura lavanderia gratuita para moradores em situação de rua

Papa Francisco inaugura lavanderia gratuita para moradores em situação de rua
17 abr 2017

Garantir a higiene quando se mora na rua não é fácil. Poucos são os que têm acesso a um local onde é possível lavar as roupas ou tomar banho com frequência – e muitos são os que perdem inúmeras oportunidades por conta da sujeira. Oportunidade de estudar. De fazer uma entrevista de emprego. De socializar. Afinal, o mau cheiro é uma grande barreira para a maioria das pessoas.

A fim de minimizar as dificuldades de morar na rua, o Papa Francisco inaugurou uma lavanderia gratuita para os sem-teto de Roma. O local está equipado com seis máquinas de lavar e secar roupas, além de ferros de passar, sabão em pó e amaciante.

Para usar o espaço, é preciso pegar senha, distribuída no mesmo lugar onde a lavanderia está instalada: a Comunidade de Santo Egídio, um centro que desde 1968 oferece evangelização, roupas e refeição àqueles que precisam, com o apoio do Vaticano.

A “Lavanderia do Papa”, como foi batizada, está fazendo sucesso entre os moradores em situação de rua de Roma e já está até com fila de espera. Agora o Vaticano tem planos de ampliar o lugar para que atenda cada vez mais gente e contemple também espaço para banho, barbearia e atendimento médico. Porque limpeza é não só uma questão de saúde, mas também de DIGNIDADE.

Foto: Divulgação/Vaticano



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. Irineu Santos Diz: abril 18, 2017 at 9:23 am

    O que o Papa providenciou, eu, através do canal 156 em 2016 sem sucesso sugeri a Prefeitura de Curitiba, que o Município disponibilize chuveiros, material de higiene e tanques de lavar roupas nos Parques e nas Praças Públicas que já contam com BWC, (Praça Gal Osório, Passeio Público, terminais rodoviários do Guadalupe, Rodoferroviária, etc) aos moradores de rua, pois a comunidade tem distribuído agasalhos aos moradores de rua, mas pouco resolve ganharem roupas limpas se faltam opções variadas de asseio pessoal e lavarem suas roupas, pois o cheiro de Nhaca deles é difícil de encarar, que o diga o Prefeito Rafael Greca, que já passou mal ao dar carona a um deles.

  2. Nunca em minha vida poderia supor que ADMIRARIA UM PAPA E AINDA POR CIMA, ARGENTINO…Parabéns, Papa Francisco…Exemplo de como ajudar realmente os miseráveis. Bem diferente de seus antecessores…Quem dera que os cardeais e padres daqui fizessem algo parecido. Poderiam começar a ” esclarecer o povão ” acerca dos desvios de montanhas de dinheiro do contribuinte e SAINDO DE SUAS OMISSÕES E ESTADO DE CATATONIA QUE SE ENCONTRAM, SABE-SE LÁ POR QUE…

  3. Joselita de Paula Pinto Diz: abril 18, 2017 at 11:59 am

    Ideias criativas e super positivas, visando resgatar e/ou dar dignidade a pessoas que estão passando por momentos difíceis na vida. Belos exemplos de atitudes humanas.
    Precisamos desses gestos de solidariedade aqui no Brasil.
    É grande o contingente de pessoas em situação de rua nas maiores cidades, elas vivem à espera de algo que a salvem do declínio fatal.
    Façamos o bem, sem olhar a quem.

  4. Marcio Costa Diz: abril 18, 2017 at 3:01 pm

    com dinheiro de ofertas de fieis fica fácil. quero ver abrir mão das riquezas que tem no vaticano para matar a sede e a fome em países como africa e outros na mesma situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *