O supermercado que produz 100% da energia que consome a partir dos restos de alimentos que não vende

O supermercado que produz 100% da energia que consome a partir dos restos de alimentos que não vende
23 dez 2016

No Reino Unido, assim como no Brasil, estabelecimentos comerciais, como supermercados, não podem por lei doar alimentos não consumidos para aqueles que necessitam.

Pois no supermercado Sainsbury’s, localizado no condado de West Midlands, eles deram um jeito para evitar o desperdício (quase compulsório) de comida: estão usando os alimentos que sobram nas prateleiras para produzir energia limpa.

Os funcionários do supermercado reúnem toda a matéria-prima e a enviam para uma usina de biometano, onde é processada e transformada em eletricidade. A energia então é reencaminhada para o estabelecimento por meio de cabos de transmissão e garante que 100% da eletricidade do local seja proveniente de restos de comida.

Já que é proibido doar, eis uma solução e tanto para os supermercados e restaurantes brasileiros, não?



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *