Nigeriano cria fusca elétrico movido a energia solar e eólica

Nigeriano cria fusca elétrico movido a energia solar e eólica
08 jan 2016

Estudante da Universidade de Obagemi Awolowo, Segun Oyeyiola converteu um fusca movido a combustível fóssil (como todos os outros) em um veículo abastecido por energia solar e eólicaperfeito para o clima da região em que ele mora!

O projeto custou US$ 6 mil e contou com muitas doações da família e colegas, que deram ao nigeriano materiais que iriam para o lixo ou que, sozinhos, não tinham mais utilidade nenhuma para os donos. Isso prova que qualquer um consegue fazer a diferença com um pouco de conhecimento e esforço!

Com um painel solar gigante no teto e uma turbina eólica embaixo do capô, o carro também foi equipado com um sistema de suspensão, para garantir que o veículo aguente o peso de tanta tecnologia. Em entrevista ao site FastCoExist, o rapaz falou que quer “reduzir a emissão de dióxido de carbono que piora o aquecimento global e as mudanças climáticas”.

Atualmente, a bateria do fusca sustentável leva cinco horas para carregar completamente, mas Segun ainda está trabalhando no modelo e pretende realizar melhorias. Todo esforço vale a pena! O estudante demorou para juntar todo o material necessário para montar o fusquinha e ainda teve que lidar com os críticos que acreditavam que ele estava perdendo tempo — vê se pode!


Share

Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. Lauro Neto Diz: janeiro 12, 2016 at 9:28 pm

    muito interessante,
    com aquela area de fotovoltaico ele produz pouca energia, então deve armazena-la em baterias, o carro fica 5 horas no sol e depois ele usa por 20 ou 30 km…,
    mas a grande incógnita é – o que uma micro turbina eólica, (só caberia uma micro, do tamanho de um ventilador pequeno), faz debaixo do capo???

    • n sei cara kkkkk , eólica ficaria bom colocar num poste do lado da casa dele pra abastecer outras coisas

    • Imagino que a pequena turbina seja para aproveitar o movimento do carro para recarregar um pouco as baterias e aumentar a autonomia. Da mesma forma o painel fotovoltaico continua recarregando as baterias mesmo com o carro em movimento.

      • Não funciona dessa maneira Yuri.
        Qualquer energia que essa turbina conseguisse gerar pelo movimento do carro seria zerada pela resistência que a mesma causaria no carro, exigindo mais energia das baterias. Termodinâmica básica.
        Provavelmente é para ele abrir o capo e recarregar quando o carro esta parado.

      • ele consegue aumentar mais a autonomia removendo o peso do gerador eólico do que mantendo ele no carro.

        esse gerador ai é só para “falar que tem” pois do ponto de vista técnico é uma péssima escolha.

    • Diego Luiz da Silva Diz: janeiro 19, 2016 at 12:17 am

      eu deduzo que sim aquele painel nao vai recarregar a bateria em poucas horas talvez com sorte umas 5h a 10h
      menos que isso acho que nao mesmo

    • Luciano Pinheiro Goto Diz: janeiro 20, 2016 at 12:23 pm

      Andar 20 ou 30 km já acaba sendo suficiente para ir ao serviço e voltar todos os dias, não dá para programar viagem, mas acaba sendo bem econômico.

  2. Não seria melhor instalar o painel solar em casa para recarregar as baterias ?

    • E quando a carga da bateria esgotar ele coloca o fusca no guincho e volta pra casa pra poder carregar. É isso?

      • Meu nome não é jhonny Diz: janeiro 17, 2016 at 6:01 pm

        Da mesma forma que quando sua gasolina acabar, tu chama o guincho tbm.
        Se não sabe ler não? Tem um painel GIGANTE em cima do fusca rsrsrs

      • João Donda Diz: janeiro 18, 2016 at 12:45 am

        O mais viável seria andar no limite de suas reservas energéticas(sua autonomia), como se faz com combustíveis fósseis. Muito inteligente e positiva sua indagação.

    • Isso é um calculo a se fazer.
      Ver quanta energia extra o carro gasta para carregar o painel e ver se esse gasto é aceitável.

  3. Vários críticos que sabem falar e não fazem, o cara faz do jeito que ele quiser, não gostou faz melhor bonzão, ou desenvolve algo pra ajudar e manda pro cara, se uma bicicleta eletrica já é difícil imagino isso…

    • Diego Luiz da Silva Diz: janeiro 19, 2016 at 12:20 am

      cara o seu comentário foi o pior que eu ja li aqui
      o fato dele fazer algo enjambrado como esta sendo isso nao faz dele melhor que qualquer um daqui, olha o que ja tem de carro elétrico no mercado e vai ver que é melhor que isso ai !!!!

  4. Davidosn Esteves Nunes Diz: janeiro 16, 2016 at 4:17 pm

    O cara ta de parabéns! Pede pra galera que critica pra ver se conseguem fazer algo ao menos parecido com isso. Falar é muito fácil e esse bando de idiotas nem merece ser ouvido. Repetindo o cara tá de parabéns por seu fusquinha!!!

  5. Mas fazer m.. Agnt faz no banheiro ne …kkk

  6. Esse hombre tá fora ‘do circuito’ de relevância industrial além vive num país q é 1 importante produtor de petróleo. Além de correr risco de vida pode ocorrer, se ele patentou o krro, q lhe comprem a msm por bagatelas e ‘morra’ numa gaveta ou q ele ‘morra’ no esqcimnt como tantos outros. No fim da dékda de ’50 na Argentina, 1 mendocino da kpital Mendoza da msm Província, inventou 1 motor a água. Knsado d’esperar a autorização legal da patente, colocou seu prototipo de motor no seu krro e andava pela cidade até q 1 dia foi detido, julgado e enkrcerado por ‘violar’ a Lei de combustíveis daqle pais, q aliás duma forma ou d’outra TODO pais tem 1 ‘Lei’ de combustíveis. E já tem-se passado disso no MÍNIMO 56a.; s/contar c/centenas de histórias semelhantes a esta pelo mundo todo. ‘Armadilhas’ há em qlqr lugar, pensem nisto. O presidente da TATA Motors d’India, anos atrás parece q murió em 1 momento ‘especial’ da sua fábrik, em fim qm viver verá!

  7. Podes crer, Davidson Esteves Nunes. Todo o aparato tecnológico de ponta que move o mundo hoje, o que anda debaixo d’água e entre a terra e o sol,e além dele, começou numa pequena fogueira,há milhões de anos,qndo o primeiro pensante sentiu frio e fez uma fogueira pra si, os amigos e a família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *