Nada de dinheiro! Em clínica oftalmológica do DF, exames são pagos com cobertores que são doados aos sem-teto da região

Nada de dinheiro! Em clínica oftalmológica do DF, exames são pagos com cobertores que são doados aos sem-teto da região
09 ago 2017

A Clínica de Olhos Dr. João Eugênio está dando exemplo em Brasília! A fim de promover uma Campanha do Agasalho diferente (e mais eficaz!), o consultório decidiu dar um incentivo a mais para os pacientes doarem cobertores e blusas de frio para aqueles que precisam neste inverno: oferecer exames oftalmológicos grátis.

Isso mesmo: aqueles que participam da Campanha e doam peças de frio ganham o direito de fazer os exames de refração e pressão ocular na faixa no consultório. Superimportantes, esses dois procedimentos identificam se o paciente precisa usar óculos e se sofre de glaucoma, doença grave e silenciosa, que não apresenta sintomas, podendo causar até cegueira.

Todas as peças arrecadadas pela Campanha do Agasalho do consultório serão destinadas a moradores em situação de rua que vivem pelas calçadas de Brasília. Além desse público, que vive em condições de extrema vulnerabilidade social, a iniciativa também beneficia cidadãos mais pobres de Brasília, que não conseguem pagar por esses exames, mas possuem peças de frio usadas (em bom estado!) para doar – e, portanto, agora tem a oportunidade de fazê-los.

Uma sacada e tanto, que poderia ser replicada por outras empresas de serviços, não?

Foto: Reprodução/ Facebook Clínica de Olhos Dr. João Eugênio


Share

Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. e como poderia ser “copiada”… parabéns a essas abençoada mãos que se doam a tantos que necessitam!
    oxalá o homem expandice seu olhar em 360’e não para o próprio umbigo!

  2. Diná Barros dos Santos Diz: agosto 11, 2017 at 7:42 am

    Parabéns !!! Este sim jamais receberá o título de mercenário da saúde.Que sirva de exemplo á tantos outros que só querem ganhar muiiiiiiiiiiiito dinheiro cobrando caríssimo por consultas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *