Na porta da sua casa! Casal cria primeiro delivery de orgânicos de São Paulo

Na porta da sua casa! Casal cria primeiro delivery de orgânicos de São Paulo
20 jun 2017

Quer comer melhor, mas a correria do dia a dia não te deixa ir atrás de alimentos mais saudáveis? O Leve BEM foi criado para você! Lançado pelo casal de paulistanos Carolina Brenoe Vieira e Eduardo Castagnaro, em 2013, trata-se do primeiro delivery de orgânicos da capital paulista.

O e-commerce oferece aos clientes verduras, frutas, legumes e produtos industrializados – tais como massas, mel, molhos de tomate e farinhas – 100% sem agrotóxicos e conservantes e provenientes de pequenos produtores familiares que possuem certificação.

Para comprar, basta acessar o site, escolher os itens que quer receber em casa e aguardar um dos motoristas do projeto bater na sua porta. As encomendas – segundo o casal, são cerca de 150 cestas de produtos entregues por semana – são levadas às terças e quintas-feiras para os clientes, direto de Vargem Grande Paulista, onde o Leve BEM possui um galpão.

A ideia de criar o negócio surgiu após uma viagem para a Ásia. Em contato com uma alimentação mais baseada em vegetais, o casal voltou a São Paulo disposto a mudar seus hábitos e encontrou bastante dificuldade. Logo, decidiu criar o Leve BEM para ajudar outras pessoas com a mesma vontade. Identificou-se? Acesse o site e nos conte o que achou!

Foto: Divulgação



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. O Brasil está carente de ensino de qualidade. Para alcançarmos os níveis de tecnologias existentes no mundo levarão alguns anos, entretanto temos alguns problemas; a população cresce a cada dia bem como as diversas tecnologias…é prudente que façamos algo para, no presente, criarmos ocupação e renda através de micros prestadores de serviços e também produtores de artigos diversos. A solução, segundo entendo, está na criação de bairros semi urbanos, onde as populações poderiam desenvolver atividades diversas gerando ocupação e renda, com isto conseguiremos retirar muitos desocupados das ruas refletindo diretamente nos índices de saúde, segurança e educação. Tal conglomerado de ações podem ser financiadas por muitas empresas que tenham atividades fins voltadas para o empreendedorismo e atualização daquilo que produz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *