Luva converte Libras em sons para facilitar comunicação de deficientes auditivos

Luva converte Libras em sons para facilitar comunicação de deficientes auditivos
10 maio 2016

Quem aí não se irrita quando precisa explicar a mesma coisa uma porção de vezes para uma pessoa entender? Os milhões de deficientes auditivos que vivem no Brasil sofrem com essa situação regularmente. É que a maioria da população não sabe Libras e, consequentemente, não consegue se comunicar direito com esse público.

Dispostos a colocar um fim nessa situação, três estudantes da Ucrânia desenvolveram a Enable Talk, luva cheia de sensores que é capaz de “ler” os sinais feitos pela mão de quem a usa e convertê-los em sons, facilitando a comunicação dos surdos e mudos com aqueles que não sabem a língua de sinais brasileira.

Parece mágica, mas é tecnologia. Funciona assim: a leitura da luva é enviada, via bluetooh, para um aplicativo de celular que, por meio de um software, codifica a mensagem e a emite em forma de som. Curtiu? Tem mais! A luva possui um pequeno painel solar, o que significa que ela é capaz de funcionar 100% à base de energia limpa.

A ideia dos estudantes surgiu em uma ida ao mercado, quando presenciaram uma cena em que um jovem surdo sofria ao tentar se comunicar com um funcionário do estabelecimento. Ao pesquisar na internet, os garotos descobriram que não havia no mercado nenhum dispositivo que facilitasse a comunicação desse público, no dia a dia, com as pessoas que não dominam sua linguagem e, então, se uniram para criar a Enable Talk.

Por enquanto um protótipo, a luva já ganhou até prêmio da gigante da tecnologia Microsoft e, segundo seus criadores, poderá ser vendida no mercado por cerca de US$ 20. Ah, a tecnologia…

Foto: Divulgação/Enable Talk



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *