O homem que trabalhou 36 anos cavando uma montanha para garantir água para seu vilarejo

O homem que trabalhou 36 anos cavando uma montanha para garantir água para seu vilarejo
18 maio 2017

Um pequeno vilarejo na Índia chamado Caowangba sofre com a falta de água desde 1959, quando todas as fontes locais secaram e a população inteira passou a ficar dependente de um único ponto de fornecimento, que não era constante. Vira e mexe faltava água! Com isso, o plantio de arroz, principal alimento dos moradores, secou e o acesso a alimentos passou a ficar ainda mais difícil.

Em vez de mudar de vilarejo, Huang Dafa, na época com apenas 23 anos de idade, teve a ambiciosa ideia de cavar 10 quilômetros de uma montanha para conseguir atravessá-la e assim garantir água constante para a população.

Foram 36 anos para concluir o projeto, que envolveu muito trabalho pesado – e perigoso, sem tantos recursos para garantir a segurança dos envolvidos. Mas, se não houvesse adesão, o vilarejo estaria fadado à morte. Após uma década de trabalho, a primeira tentativa falhou. O túnel criou uma passagem fácil pela montanha, que até hoje é usada, mas nenhuma água foi encontrada.

Nos anos seguintes, Huang se dedicou a estudar engenharia fora do vilarejo para começar a planejar a próxima tentativa. Agora mais meticuloso. No início da década de 90, o projeto recomeço e os moradores locais o apoiaram novamente.

Muito frequentemente, os trabalhadores dormiam em cavernas de difícil, representando grande risco de vida em caso de emergências. Em 1995, no entanto, o projeto foi concluído e todo esforço valeu a pena: Caowangba voltou a ter água em abundância para as 1.200 pessoas que atualmente vivem no vilarejo.

Além do recurso em si, que foi fundamental para a continuidade da comunidade, Huang foi responsável por trazer energia elétrica e melhores acessos para a cidade. Reconhecidamente herói da região, o homem comemora agora seus 82 anos com muita gratidão – e, com certeza, com a sensação de missão cumprida.



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *