Governadora de Tóquio reduz seu salário pela metade para investir em novas creches

Governadora de Tóquio reduz seu salário pela metade para investir em novas creches
13 set 2016

Yuriko Koike chegou chegando! A candidata mal foi eleita governadora de Tóquio, no Japão, e já ganhou as manchetes da imprensa internacional. Não é para menos: ela simplesmente assinou um decreto-lei em que reduz pela metade seu salário.

Um governador da capital japonesa ganha, aproximadamente, R$ 46,5 mil por mês (1,46 milhão de ienes). Já Koike vai receber R$ 23 mil e destinar o resto para uma das principais necessidades da cidade: novas creches.

Último levantamento feito pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do país apontou que Tóquio tem uma das listas de espera mais longas do Japão, quando o assunto é crianças esperando por uma vaga para estudar. São quase 8.500 pequenos aguardando uma oportunidade na área da educação.

Claro que apenas os R$ 23,5 mil do salário de Koike não serão suficientes para resolver o problema. A medida faz parte de um pacote de ações lançado pela governadora para contornar a questão. Entre outras iniciativas, ela promete criar incentivos para que proprietários de imóveis desocupados cedam seus terrenos para a construção de novas creches.

Uma política honesta, que (além de não roubar) abre mão de parte de seu salário em prol da cidade que governa, não deveria ser exceção. Mas é. E virou notícia. Quem sabe Koike não inspira outros administradores públicos por aí? Aprende, Brasil!

Foto: Creative Commons/Russavia


Share

Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. Sempre admirei o povo japonês pela disciplina, educação e persistência, sempre se reerguendo das mais impiedosas tragédias. Um país abalado pelas bombas atômicas, pelos inúmeros terremotos… e mesmo assim ainda consegue ser uma potência tecnológica, com pessoas como essa governadora, digna de um lugar reservado no céu.

  2. Reinaldo de Oliveira Diz: setembro 14, 2016 at 1:25 pm

    É o capitalismo com sintomas socialistas…

    • Leonard Santos Diz: setembro 18, 2016 at 12:46 pm

      Essa ação representa o bom capitalismo. Socialismo ao extremo, Capitalismo ao extremo, nenhum deles faz bem. O desafio é colocar em mente que se deve encontrar um equilíbrio entre os dois. É possível, o benefício seria imenso.

  3. leonei simões borges Diz: setembro 14, 2016 at 1:36 pm

    olha ai o exemplo para nossos politicos

  4. Francisco Cezar Chiachio Diz: setembro 14, 2016 at 5:35 pm

    igual no Brasil…

  5. De fato, poderia servir como exemplo para o Brasil em plena crise, só que estão tentando fazer o contrário, ou seja, aumentar os $alários…

  6. jurandir Diaz Diz: setembro 14, 2016 at 8:47 pm

    Os políticos deste País jamais tomariam uma atitude dessa, são muito desonestos e impiedosos. Faça maldita.

  7. Artur Pieralini Neto Diz: setembro 14, 2016 at 8:59 pm

    Aqui no Brasil e Igual os nosso politicos roubam e investem em escolas faculdades privadas para aumentarsuas renda

  8. Pessoas como ela são exemplos de como devem agir os políticos, não pensando no cargo ou salário para se promoverem, mas agindo com dignidade e compromissado com seus eleitores.

  9. Não é linda só por fora…

  10. Rene Gonçalves da Silva Diz: setembro 22, 2016 at 10:37 pm

    Eu acho que políticos deveriam ganhar o valor do salário médio de uma nação para inclusive dar legitimidade ao seu voluntariado de representante da democracia.

  11. ENQUANTO ISSO AQUI NO BRASIL A EX PRESIDENTA COMPETENTA INOCENTA VIVEU DE ASSALTAR O PAIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *