Ranking aponta as 10 empresas mais responsáveis pela poluição plástica nos oceanos

Ranking aponta as 10 empresas mais responsáveis pela poluição plástica nos oceanos
25 out 2017

Estima-se que, até 2017, terá mais plástico do que peixes no oceano. Muitas marcas já se mostram preocupadas com esse dado e tentam reduzir o impacto causado por suas operações ao produzir peças feitas com o lixo que vem do oceano. Até uma máquina que recolhe esse tipo de resíduo dos mares já foi construída por um bilionário. Toda iniciativa é válida!

Agora uma ação do Greenpeace e da ONG #breakfreefromplastic estudou as praias da Filipinas e rankeou as 10 principais empresas responsáveis pela poluição dos oceanos mundo afora. Isso porque o país é o terceiro que mais recebe plástico de todos os lugares do mundo, segundo o Greenpeace.

Abaixo, você confere a lista:

  1. Nestle
  2. Unilever
  3. PT Torabika Mayora
  4. Universal Robina Corporation
  5. Procter & Gamble
  6. Nutri-Asia
  7. Monde Nissin
  8. Zesto
  9. Colgate Palmolive
  10. Liwayway

A lista deixa claro o grande impacto que multinacionais estão causando no planeta por conta de suas operações. “Eles poderiam, por exemplo, praticar uma responsabilidade estendida, onde empresas substituem embalagens não reutilizáveis e não recicláveis por novos sistemas, como os refis”, explica Abigail Aguilar, ativista do Greenespeace na Filipinas.

O estudo foi realizado ao longo de uma semana, quando um grupo de pessoas limpou a praia e auditou o lixo encontrado. No total, foram quase 55 mil resíduos recolhidos e estudados. Sapatos, canudos, sacolas, garrafas… a natureza do lixo variou bastante, mas o material era quase sempre o mesmo: plástico.

Isso prova uma máxima importante: quando jogamos algo fora, não há “fora”, esse material irá permanecer em nosso planeta e, uma hora ou outra, irá impactar nosso meio ambiente. E você, como anda consumindo?

Foto: John Schneider/Creative Commons



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *