Escolas da Austrália incluem feminismo no currículo

Escolas da Austrália incluem feminismo no currículo
11 nov 2015

Muito além de matemática, história e geografia, os alunos das escolas australianas também aprenderão, a partir de agora, sobre feminismo. A recomendação – acredite! – partiu de um grupo de jovens do Ensino Médio e foi abraçada pela União Australiana de Educação.

Por trás do movimento está a professora de literatura Briont O’Keeffe, da Fitzroy High School. Ela abordou o tema em um debate, em sala de aula, e o assunto rendeu tanto que acabou culminando na criação do Coletivo Feminista Fitzroy High Schoolque já conta com milhares de seguidores no Facebook.

Com apoio do governo, a iniciativa arrecadou US$ 12 mil, via crowdfunding, para elaborar uma espécie de plano de aula que abordará o feminismo nas escolas de todo o país. Composto por 30 lições, o pacote educacional fala de assuntos como igualdade, representação de gênero, violência doméstica e o papel das mulheres no mercado de trabalho.

Destinado para classes mistas, formadas por meninos e meninas, o plano de aula estará disponível para todas as instituições educacionais da Austrália, em breve. “Queremos fazer com que homens e mulheres jovens reflitam um pouco mais criticamente sobre os tipos de comportamento sexista que presenciamos no dia a dia”, disse a professora Briony O’Keeffe para o site ABC News.

Você é a favor de incluir a disciplina, também, nas escolas do Brasil?

Foto: opensource.com/Creative Commons 


Share

Redação
Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Observações

  1. Claro que não, o ensino no Brasil já está precário com toda essa ideologia. Os jovens de hoje tem um desempenho bastante ruim se comparados com os jovens da minha geração, de 15 á 20 anos atrás, não conseguem resolver uma equação simples de 2° grau e muitas vezes compreender o que tá sendo pedido num texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *