Escola de PE inclui ‘respeito aos animais’ no currículo e adota cães para dar exemplo

Escola de PE inclui ‘respeito aos animais’ no currículo e adota cães para dar exemplo
21 jun 2015

Dizem que ensinar por meio de exemplos é a melhor maneira de educar. Na Escola Municipal de Tempo Integral Antônio Heráclio do Rego, localizada na cidade de Recife, em Pernambuco, a diretoria resolveu levar essa máximo a sério. Há três anos, a vice-diretora do colégio público, Marília Oliveira, resgatou uma cachorrinha da rua e a abrigou temporariamente na instituição de ensino.

Júlia, como foi batizada, foi tão bem recebida pelos alunos e funcionários que acabou ficando permanentemente na escola e, cinco meses depois, ganhou um companheiro, Júlio, que também foi tirado das ruas. A chegada dos animais adotivos – e até mesmo a resistência de algumas mães em aceitar os cachorros no colégio – levou a diretoria a criar o projeto pedagógico Cãolega.

Os professores passaram a trabalhar em sala de aula temáticas relacionadas a importância de respeitar os animais e o meio ambiente e os cerca de 350 alunos da instituição foram convidados a apresentar trabalhos sobre o assunto.

Muito além das aulas teóricas, as crianças puderam aprender na prática lições de cidadania. Segundo a administração do colégio, ao conviver com Júlia e Júlio – que são devidamente vacinados, vermifugados e recebem acompanhamento médico de veterinários – as crianças apresentaram claros sinais de amadurecimento. As noções de responsabilidade se desenvolveram, o desempenho nas notas aumentou e a convivência com os colegas está muito melhor.

Mais do que isso, por conta do exemplo do colégio, vários estudantes também adotaram animais em suas casas.

Uma boa iniciativa para ser replicada em outras escolas do Brasil?

Foto: Antônio Tenório/PCR/ Divulgação



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. Edianez Scott Varella Diz: junho 23, 2015 at 7:12 am

    Eu só tenho que dar os parabéns por esta iniciativa. O respeito pelos animais e o amor, fará com que todos sintam a importância do valor a vida e da vontade de ajudar aqueles que precisam, que vida é consciência. Espero que vocês passem a todos este exemplo…

  2. Daniel Mendes Diz: agosto 4, 2015 at 6:04 pm

    Respeito aos animais é tirar a carne da merenda

  3. Ótima iniciativa! Que seja multiplicada por todas as escolas do Brasil! E concordo com o Daniel Mendes: tirar os animais do cardápio é mais um passo prático de respeito a TODOS os animais, pois TODOS TÊM SENTIMENTOS E SENTEM IGUAL!

  4. Somos onívoros
    ,estamos no topo da cadeia alimentar,tem animais de estimação e animais que são alimentos,sejam realistas ,parem de tolices.

    • Nenhum animal deve ser chamado de alimento, droga. Reflete um pouco, estamos em 2016 e já sabemos que não precisamos de carne pra viver. Na verdade não é nem natural comer carne como comem. Por exemplo, temperamos a carne, não a comemos crua. Outra, nossos dentes caninos não são grandes o suficiente para cortarmos a carne crua sozinha; entre muitos outros motivos.

  5. Silvia alcantara Diz: julho 20, 2017 at 12:34 pm

    Amei, pois é desde pequeno que eles aprendem a ter responsabilidades e com este gesto irão crescer (acredito eu) com um gesto humano de não abandonar um animal e que mais escolas ensinem estes valores que deveriam ser ensinados pelos pais mas mais uma vez são as escolas com um senso de preocupacação, estão vendo onde há a necessidade de melhora, muitos animais abandonados e poucos são recolhidos. Vamos ser-humanos !!!!

  6. Linda iniciativa. Tomare que este exemplo se espalhe para mais escolas em nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *