Em Londres, pais estão proibidos de levar os filhos à escola de carro

Em Londres, pais estão proibidos de levar os filhos à escola de carro
29 mar 2017

Sabe aquele caos que vira o trânsito nas proximidades das escolas nos horários de entrada e saída de alunos? Em Londres, virou passado! Isso porque a capital da Inglaterra aprovou lei que proíbe os pais de levar os filhos à escola de carro.

Quem for pego em flagrante descumprindo a medida leva multa de £ 100 (cerca de R$ 387). Caso não pague o valor em até 14 dias ou tome mais de três multas semelhantes em um curto espaço de tempo, o autuado ainda é processado pelo governo, fica fichado na polícia e ganha uma nova (e muito mais gorda!) multa, que pode chegar a até £ 100 (R$ 3.870). Um incentivo e tanto para andar na linha, não?

A ideia é melhorar o trânsito nas ruas da capital, incentivar a mobilidade urbana sustentável e ainda reforçar a segurança das crianças. Isso porque, segundo a prefeitura, são inúmeras as queixas de motoristas imprudentes nas portas dos colégios.

A fiscalização fica a cargo de câmeras públicas de segurança, bem como guardas de trânsito, policiais e agentes de apoio à comunidade. Os únicos que estão isentos da regra são pais e crianças com alguma deficiência física ou mental.

Polêmica, a medida – que, por enquanto, já vale em caráter punitivo apenas no leste de Londres – deve ser expandida para toda a capital e, posteriormente, para outros locais da Inglaterra. Já pensou uma iniciativa assim no Brasil?

LEIA TAMBÉM:
A cidade onde crianças de 5 anos vão sozinhas de bike para a escola



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. Ridículo: o estado fascista não deve jamais censurar pais, principalmente os que vivem muito longe da escola, a quilômetros.

    • Antonio Souza Diz: maio 16, 2017 at 12:28 pm

      Ridículo mesmo é o pessoal que faz fila dupla, para o carro em local proibido para deixar as crianças na escola, independentemente se a criança mora longe ou perto da escola. Muito válida a iniciativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *