Alimentação pode reduzir sua pegada de carbono pela metade. Saiba como!

Alimentação pode reduzir sua pegada de carbono pela metade. Saiba como!
20 abr 2016

Às vezes, a resposta é tão óbvia que não conseguimos encontrá-la com facilidade. Mas você já pensou como os alimentos que ingere impactam o meio ambiente? Por exemplo, qual é a quantidade de água necessária para produzir sua comida preferida? Ou ainda: qual a quantidade de carbono emitido para que seu prato fique do jeito que você gosta?

Estudo realizado na Inglaterra e publicado no Climatic Change Journal comparou a quantidade de gases de efeito estufa emitidos para quatro diferentes tipos de dietas: pessoas que comem carne, pessoas que comem peixe, vegetarianos e veganos.

Ao observar e estudar a dieta de 54 mil pessoas, os pesquisadores concluíram que o maior poluente é o homem consumidor de carne, enquanto a menor poluente é a mulher vegana. No geral, a quantidade de emissão masculina é maior do que a feminina. E o consumidor de carne emite 2,5 vezes mais que o vegano.

Para chegar a esta conclusão, foram definidos a quantidade de gases de efeito estufa emitida para 289 diferentes tipos de alimentos, acompanhados desde sua produção até a mesa do consumidor. Cada indivíduo seguiu uma dieta de duas mil quilocalorias por dia, variando apenas nas fontes.

Então, se você está preocupado em reduzir seu impacto no meio ambiente, precisa começar a considerar deixar a carne vermelha de fora do cardápio na maior parte do tempo, conclui a pesquisa. Leia a reflexão de uma não vegetariana sobre o assunto!

Foto: Tony Webster/Creative Commons


Share

Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. Descobri o site hoje e estou amando. Não como carne vermelha há muito tempo,estou no processo de abolir o consumo de carne branca.Amo os animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *