Demorou! Lei Maria da Penha agora também será aplicada a transexuais e travestis

Demorou! Lei Maria da Penha agora também será aplicada a transexuais e travestis
04 ago 2016

Criada em 2006, a Lei Maria da Penha contribui para que o número de casos de violência doméstica contra a mulher diminua cerca de 10% ao ano, segundo estudo feito pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Agora, a medida também promete ajudar a reduzir o número de casos de violência contra as mulheres transexuais e travestis, que infelizmente só cresce. Isso porque o Ministério Público dos Estados e da União (finalmente!) se posicionou sobre o tema e instituiu que vítimas transexuais e travestis também devem ser contempladas pela Maria da Penha.

Na prática, isso significa que, a partir de agora, todas as promotorias do país também devem aplicar a lei em casos de agressão contra essas pessoas, desde que as vítimas não tenham feito cirurgia de mudança de sexo e nem alterado o nome ou sexo no documento civil.

A passos de formiguinha, vamos evoluindo!

Foto: UNDP



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *