Conheça o telhado de concreto que produz energia elétrica a partir da luz solar

Conheça o telhado de concreto que produz energia elétrica a partir da luz solar
22 out 2017

Técnicas modernas de design digital e construção civil permitiram que pesquisadores da Suíça criassem HiLo: um projeto de telhado de concreto arqueado e superfino que, futuramente, será usado em unidades residenciais para ajudá-las a produzir toda a energia elétrica de que precisam. Além de tudo, sua construção é feita incorporando muito menos materiais que os métodos tradicionais.

COMO É FEITO?
Pesquisadores do Instituto Federal de Tecnologia de Zurich revelaram os detalhes deste protótipo sinuoso e autoportante. O telhado é composto de múltiplas camadas, incluindo concreto, bobinas de resfriamento e aquecimento, isolamento térmico e mais concreto, sendo esta última camada equipada com uma fina película de células fotovoltaicas.

Este primeiro modelo tem 7,6 metros de altura e área de cobertura igual a 160 metros quadrados. O que é curioso, no entanto, é sua espessura: a média é de apenas 5 centímetros, muito abaixo de valores de estruturas convencionais. Nas bordas, a espessura chega a ser de 2 centímetros. Incrível, não é?

Uma rede de cabos suporta um material têxtil polimérico, servindo como formas e armaduras para o concreto. Os pesquisadores usaram uma mistura de concreto com densidade muito precisa, fluida o suficiente para ser pulverizada e firme o suficiente para não escorrer.

NO FUTURO
Em 2018, uma nova estrutura similar será erguida no topo do Instituto de Ciência de Materiais e Tecnologia da HiLo Penthouse. Os professores convidados viverão e trabalharão nesta cobertura, que deverá produzir toda a energia elétrica necessária graças às células fotovoltaicas que a ETH Zurich descreveu como uma fachada solar adaptável.

Foto: © Block Research Group, ETH Zurich / Michael Lyrenmann



Guilherme Lupino
Guilherme Lupino

Engenheiro Civil, formado pela Universidade Estadual Paulista, entusiasta em novas tecnologias e sistemas de construção sustentáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *