Conheça o primeiro tetraplégico do Brasil que voltou a andar após tratamento inovador

Conheça o primeiro tetraplégico do Brasil que voltou a andar após tratamento inovador
27 nov 2016

O engenheiro Bruno Medeiros, de 32 anos, passou oito anos de sua vida em uma cadeira de rodas. Mineiro de Santa Rita do Sapucaí, ele ficou tetraplégico após sofrer um grave acidente de carro que afetou a sexta vértebra de sua coluna vertebral.

Mas, apesar do acidente, Medeiros nunca perdeu a esperança de um dia voltar a andar e, graças a um tratamento inovador desenvolvido na França, esse dia chegou. “Quando soube, foi muito emocionante, foi uma sensação única para mim, amigos, família e todos que acompanham a minha luta”, diz ele.

O tratamento consiste na implantação de um neurotransmissor que envia sinais elétricos leves a partir de eletrodos. O aparelho foi criado para auxiliar cadeirantes na recuperação do controle da bexiga e do intestino, mas, em alguns casos, existe a expectativa de que ele ajude as pessoas a recuperarem o movimento das pernas.

A reação de Medeiros ao tratamento surpreendeu os especialistas. Um dia após a cirurgia, ele já conseguia mover as pernas. A técnica, avaliada em R$ 600 mil, foi trazida para o Brasil pelo médico Nucélio Ramos, da Escola Paulista de Medicina.

Por ser novo, o tratamento ainda não é oferecido pelo SUS nem por nenhum plano de saúde. Medeiros precisou entrar na Justiça para que seu plano de saúde arcasse com todos os custos do tratamento. Ele segue fazendo progressos com as sessões de fisioterapia.

“É um resultado fora do comum e, por isso, as sessões de fisioterapia estão extremamente pesadas nessa fase de recuperação. Queremos forçar o aparelho e me fazer ganhar condicionamento e força muscular para conquistar minha independência. É assustador a velocidade com que as coisas estão acontecendo”, conclui Medeiros.

Para saber mais sobre a história de Medeiros, assista vídeo aqui.



Razões Para Acreditar
Razões Para Acreditar

Algumas razões para continuarmos acreditando em um mundo melhor! >www.razoesparaacreditar.com<

Observações

  1. Que Deus ajude e que ele se recure totalmente. Que esse tratamento fique disponível para todos os que estão na mesma situação.

  2. Ronald Weiss Diz: dezembro 2, 2016 at 7:33 am

    com o meu Irmão mais velho acho que esta tecnica não daria certo. Levou um tombo, devido a picos hipertensivos, bateu as costas no piso. Ammasou um pouco o tubo da medula e formou uma bacteria no liquido espinhal, conhecido por agua na espinha. Primeiro ficou paraplegico. O Medico que tirou o abcesso medular Dr Nerio Azambuja, disse que teria paraplegia progressiva. Acertou.
    Quando faleceu estava 99% tetraplegico. Foi feito uma cirurgia extra-dural.

  3. PAULO ROBERTO DE ARAUJO DIAS Diz: dezembro 2, 2016 at 9:32 am

    BOM DIA, MEU NOME É PAULO. SOU PARAPLEGICO E LUTO MUITO PARA UM DIA PODER VOLTAR A ANDAR ANTES DE MORRER. REZO MUITO PARA QUE UM DIA APAREÇA UMA TECNOLOGIA QUE NOS DÊ AS ESPERANÇAS DE TER ESTE SONHO DE VOLTAR A ANDAR NOVAMENTE. SERIA UMA DAS ALEGRIAS DE UM SER HUMANO. POR ISSO, VI O VIDEO DO BRUNO MEDEIROS. FIQUEI ENCANTADO. DE REPENTE SAO AS ESPERANÇAS DE TER A FELICIDADE DE ANDAR. SEI QUE É DIFICIL, MAS NAO É IMPOSSIVEL.

  4. PAULO ROBERTO DE ARAUJO DIAS Diz: dezembro 2, 2016 at 9:40 am

    EU TENTARIA, MAS O PREÇO PARA MIM E MUITO ALTO. POR ISSO, VOU ESPERAR VER SE OS PLANOS DE SAÚDE CUSTEIAM ESTE TRATAMENTO. EU CORRERIA ATRÁS PARA TER ESTA ALEGRIA EM MINHA VIDA!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *