Conheça a primeira “biblioteca” de roupas do mundo: você não compra peças, pega emprestado

Conheça a primeira “biblioteca” de roupas do mundo: você não compra peças, pega emprestado
18 maio 2015

As tendências de moda passam rápido e (quase) todo mundo tenta acompanhar. Só na Holanda, 240 milhões de quilos de roupa são jogados fora todos os anos. Com o intuito de continuar na moda e não consumir muito, quatro mulheres se juntaram, em Amsterdã, para fundar a LENA, loja de roupas que segue o conceito de uma biblioteca: você não compra, empresta.

A ideia é simples: você assina um pacote mensal (ou individual), procura uma roupa bacana e pega emprestada por até cinco dias — depois devolve e pega outra. Assim, você desfruta do visual sem gastar dinheiro ou adquirir uma peça que ficará encostada no armário. O espaço já provocou mudanças de hábitos locais.

Quem “compra” o conceito tem acesso a roupas de designers famosos, de qualidade e de marcas sustentáveis. “Nós acreditamos que o consumo é o maior problema da indústria. Deveria haver mais preocupação com qualidade para produzir uma peça que dure bastante e possa ser compartilhada”, explica Suzanne.

Além do combate ao consumo, o grupo procura difundir a adoção do sabão natural para lavar roupa — sabemos que o comum polui o meio ambiente e faz mal à saúde.

Assista, abaixo, ao vídeo promocional da iniciativa.

Foto: Divulgação



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. […] na Fast Company, The Greenest Post, Hypeness e Razões para […]

  2. Achei a idéia extraordinária!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *