Iniciativa pede ‘moda sustentável’ a estilistas

Iniciativa pede ‘moda sustentável’ a estilistas
27 abr 2015

Você sabia que para produzir cada tonelada de tecido é preciso 200 toneladas de água? Nos últimos anos a indústria da moda seguiu a tendência mundial e migrou para países menos desenvolvidos – como China, Índia e Bangladesh. O resultado não é nada satisfatório: trabalho escravo e técnicas de produção mais poluentes e bem menos eficientes definem essa indústria.

“Você consegue descobrir a cor da próxima estação olhando para os rios da China”, diz Linda Greer, diretora do programa Clean By Design. A questão é que muitos estilistas não fazem ideia de como seu produto final pode ser prejudicial à comunidade que contribuiu para sua produção e, de um modo geral, ao futuro de todos nós.

Para alertá-los de que é possível fazer diferente, o programa Clean By Design foi criado, em 2009. Segundo o site da iniciativa, atualmente, utilizamos mais energia, água e materiais que que o necessário na indústria da moda. É preciso pensar em quatro importantes frentes no negócio: matéria-prima, manufatura, transporte e instrução aos consumidores.

“O que você quer deixar,  enquanto empresário da moda? Uma bolsa maravilhosa e sapatos bonitos ou tudo isto e um negócio consciente?”, questiona Stella McCartney, filha do músico do Beatles.

Veja, abaixo, o vídeo do movimento que já conquistou alguns dos estilistas mais famosos do mundo.

Foto: Henry Jose/Creative Commons


Share

Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *