China quer investir US$ 361 bilhões em energia limpa e gerar 13 milhões de empregos até 2020

China quer investir US$ 361 bilhões em energia limpa e gerar 13 milhões de empregos até 2020
23 jan 2017

Recentemente noticiamos, aqui no The Greenest Post, o novo arranha-céu da China, que conseguiu reduzir a poluição de ar em 55% em 40 dias de instalação. Conhecida por sua poluição do ar muito além do permitido, o país anunciou estar interessado em investir 361 bilhões de dólares em energia limpa.

Hoje a principal fonte de energia do país não é renovável, sendo carvão e petróleo os principais combustíveis. A queima deles é a principal responsável pela poluição do país.

Além de criar mais de 13 milhões de empregos, a iniciativa irá melhorar a qualidade de vida dos chineses (e até do mundo). Com isso espera-se que o as pesquisas da área sejam intensificadas e o preço das tecnologias se tornem cada vez mais acessível.

Mesmo com o investimento pesado, estima-se que apenas 15% da energia consumida no país provenha de fontes limpas — o petróleo representará 58%. Do vento, do sol ou da chuva, não importa! O que faz diferença é reduzir a quantidade de gases efeito estufa que são emitidos diariamente para manter o nosso consumo rodando.

Além de iniciativas na área de energia, o governo chinês também está de olho em soluções para o uso consciente da água já que mais de 80% da água consumida no país está contaminada.

Foto: Bureau of Land Manageme/Creative Commons



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *