Chega de testes em bichinhos! Brasileiros ganham prêmio internacional contra uso de animais em pesquisas

Chega de testes em bichinhos! Brasileiros ganham prêmio internacional contra uso de animais em pesquisas
06 dez 2017

Ao redor do mundo, pelo menos 115 milhões de animais são usados como cobaias, seja para testes de cosméticos ou ainda de remédios, segundo relatório da Humane Society International. Nesse contexto, o Lush Prize, concurso internacional que premia projetos científicos viabilizando o fim de testes toxicológicos em animais, surge para reconhecer aqueles que lutam contra essa realidade. 

Neste ano, dois brasileiros foram reconhecidos na iniciativa. Um deles é Renato Ivan de Ávila Marcelino, estudante de doutorado da Universidade Federal de Goiás, que há dez anos se dedica a encontrar alternativas para os testes em animais. Ele desenvolveu um mapa molecular que determina se uma substância pode causar alergia ou não, eliminando a necessidade de aplicação em bichos. Renato é também bolsista do Ciências Sem Fronteiras e tem realizado suas pesquisas na Universidade de Lund, na Suécia.

A outra brasileira que abocanhou o prêmio é a Carolina Catarino, biotecnóloga e doutoranda no Instituto Politécnico Rensselaer, nos EUA, também como bolsista do programa Ciência Sem Fronteiras. Carolina desenvolveu modelos de pele in vitro, usando impressão 3D, para um banco de peles.

Felizes com o reconhecimento, ambos sinalizam que ainda há muita falta de conhecimento e de autonomia tecnológica e científica sobre o tema no Brasil. De acordo com eles, é necessário ter mais investimentos para que as pesquisas que não usam animais se tornem rentáveis e a meta da Agência Nacional de Vigilância Sanitária de proibir até 2019 métodos com uso de bichos seja alcançada. Enquanto isso não acontece, os maus-tratos aos bichinhos continuam, como acontece em SP

Foto: Divulgação/Lush Prize



Mattheus Goto
Mattheus Goto

Estudante de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, repórter na COP 23, estagiário no The Greenest Post e apaixonado por música, arte e histórias de vida.

Observações

  1. Parabéns a esses brasileiros dedicados. Os amigos do reino animal agradecem a dedicação e a compaixão de TODOS! Boicote aos produtos que usam animais em testes tão desnecessários só pelo motivo de serem MAIS BARATO… o homem sempre tem que escravizar alguem: ou da sua ou outra espécie.
    E para finalizar, pesquisadores brasileiros neste nível estão com seus dias contados já que o GOVERNO GOLPISTA cortou, tb., o Ciencia sem fronteiras… qto mais ignorante, para ser facilmente manipulado, melhor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *