Caxias do Sul instala 1º ponto de ônibus com teto verde (que ainda produz energia solar)

Caxias do Sul instala 1º ponto de ônibus com teto verde (que ainda produz energia solar)
27 mar 2017

Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, tem novidades! A cidade ganhou uma intervenção urbana, batizada de Parada Verde. Na verdade, trata-se de um projeto de restauração de um ponto de ônibus, idealizado pelo escritório de arquitetura sustentável ecco! archi studio, em parceria com a empresa de transporte coletivo Visate.

A iniciativa transformou o local em uma parada de ônibus ecológica, com a intenção de oferecer aos usuários um contato impactante e criativo com o tema Sustentabilidade.

O projeto aproveitou a estrutura original do ponto de ônibus, fazendo pequenos ajustes para que fosse capaz de receber um teto verde, que traz benefícios ambientais, térmicos e visuais para a cidade.

Além disso, foram instaladas também duas placas fotovoltaicas no local, que tornam a parada energeticamente autossuficiente, oferecendo eletricidade para alimentar pontos de recarga de celular e garantir a iluminação da região com lâmpadas LED.

Nos bancos e no próprio telhado ainda foram utilizadas madeiras plásticas, que aproveitam resíduos da indústria moveleira em sua composição. E mais: assentos antigos de ônibus foram reformados e reaproveitados no local, que está protegido com vidro laminado, garantindo conforto, segurança e proteção contra intempéries.

Junto com a inauguração da parada, a Visate ainda lançou, em parceria com a Volvo, o primeiro ônibus híbrido de Caxias do Sul, movido a biodiesel e eletricidade.

Salvador também já possui um ponto de ônibus com teto verdeQue a moda pegue por todo o Brasil – a população e as cidades agradecem!


Share

Eco Rede Social
Eco Rede Social

A Eco Rede Social tem como missão estimular, disseminar, compartilhar e realizar ações transformadoras que contribuam para o desenvolvimento pessoal e da sociedade na direção da ética, desenvolvimento humano e da sustentabilidade. Uma plataforma que converge artigos, atividades de financiamento coletivo, livros, cursos, palestras, consultoria e relações internacionais, promovendo as condições necessárias para que o maior número de pessoas com os mesmos objetivos, possam realizar seus projetos.

Observações

  1. Ridículo! Bem se vê que quem fez não usa busão. Quem tem de dizer como deve ser um abrigo é quem usa: tem de caber quantos? Como fica a proteção de todos no verão, sombreamento? Como fica a proteção na chuva, com vento tb., e que proteção oferece quanto a água que vem dos carros quando passam? Faltou, no mínimo, uma ‘parede’ de vidro entre o meio-fio e o abrigo, protegendo do sol e da chuva, tem de ter é mapas e rotas das linhas que passam ali, além dos horários. O sonho de qualquer um que use ônibus é ficar na parada o menor tempo possível, chegar e pegar o que passa ou já espera para o horário, sem sobrar tempo perdido a ponto de ficar usando internet e recarregando baterias no ponto.

  2. elisangela Diz: março 30, 2017 at 1:53 pm

    Acho q onibus com ar condicionado e tarifa de onibus congelada por uns 3 anos seria melhor q isso ai!!! De q adianta a visate investir nisso?? Se logo mais a prefeitura acaba com o contrato dela e adeus visate kkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *