Sabia que dá para reciclar calçados velhos (e transformá-los até em pistas de corrida)? Veja como!

Sabia que dá para reciclar calçados velhos (e transformá-los até em pistas de corrida)? Veja como!
04 ago 2014

Aproximadamente 20 bilhões de sapatos são produzidos todos os anos e 95% deles acabam nos lixos. Poucos são os fabricantes que aceitam o sapato velho para reintroduzir a matéria-prima na produção de novos modelos ou dar o destino adequado.

Um par de sapatos pode conter até 40 diferentes tipos de materiais, o que dificulta o processo de reciclagem. Por isso, pesquisadores da Universidade de Loughborough trabalharam, durante dez anos para desenvolver um sistema que separa os diversos materiais que compõem o produto em minúsculas partes.

O coordenador do projeto, Shanin Rahimifard, explica como funciona. Primeiro deve-se separar os sapatos em tipos: tênis de corrida, sapatilhas, sapatos executivos… Depois, todo metal é retirado e só aí os sapatos podem ser ralados e separados em três diferentes categorias: couro, espumas, borrachas e outros materiais, por meio da densidade. Assim, a matéria-prima está pronta para sua nova utilidade.

As partes de couro podem ser transformadas em folhas de couro, as de borracha pode compor uma pista de corrida ou um piso para playgrounds, e as espumas podem ser colocadas em estofados, como sofá, ou transformados em carpetes.

É importante notar, porém, que o ‘reciclar’ deve ser a última medida tomada em nossos hábitos de consumo. Primeiro reduzimos, depois reutilizamos e, por fim, reciclamos.

Assista, abaixo, ao vídeo oficial da Universidade, que dá detalhes do processo.

Foto: katphotos/Creative Commons



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *