Brasil vai ganhar segundo maior jardim vertical do mundo

Brasil vai ganhar segundo maior jardim vertical do mundo
15 jul 2016

Uma das áreas mais cinzas e barulhentas da capital paulista, o Elevado Costa e Silva (ou Minhocão, para os íntimos) está prestes a virar referência ambiental. A região deve ganhar, muito em breve, o segundo maior jardim vertical do mundo.

A intervenção, que será assinada por um artista contemporâneo, vai ser construída em uma empena cega. Trata-se de um daqueles paredões onde, antigamente, eram colocados anúncios publicitários, antes da Lei Cidade Limpa ser aprovada em São Paulo. Atualmente, eles estão vazios, cinzas, apenas esperando um colorido a mais!

A “pintura” ficará por conta do Movimento 90º, que atua na capital paulista mapeando locais onde é possível instalar jardins verticais – e, consequentemente, esverdear a cidade, garantindo a redução da poluição, o isolamento acústico e a diminuição da temperatura local, entre outros benefícios.

A maior parede verde do mundo fica em Londres, no hotel Rubens at the Palace, bem próxima ao Palácio de Buckingham. Mas a realeza que se cuide! Segundo levantamento feito pelo paisagista Guil Blanche, criador do Movimento 90º, a cidade de São Paulo possui, pelo menos, 500 empenas cegas aptas a receber paredes verdes. Imagina quantas não existem em todo o Brasil?! Com certeza, há um espaço cinza apenas esperando uma intervenção urbana para ser chamado de maior jardim vertical do mundo.


Share

Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *