Austrália está construindo 2ª maior rodovia do mundo para carros elétricos (onde recargas serão gratuitas)

Austrália está construindo 2ª maior rodovia do mundo para carros elétricos (onde recargas serão gratuitas)
27 jul 2017

Em projeto já aprovado, a Austrália instalará 18 EVs (estações de carregamento rápido de veículos elétricos) ao longo de uma rodovia na costa de Queensland, com extensão total de 2 mil km, criando uma das estradas EV mais longas do mundo, ficando atrás apenas da gigantesca Trans-Canada EV Highway com 8 mil km.

Esta admirável obra, que custará 3 milhões de dólares americanos e será executada em apenas 6 meses (!), se estende de Cairns para Coolangatta e segue a oeste até Toowoomba, paralelamente à Grande Barreira de Corais. As estações de carregamento terão potência para carregar completamente cada veículo em até 30 minutos. Os motoristas poderão carregar os seus veículos gratuitamente durante pelo menos um ano.

“Este projeto é ambicioso, mas queremos o maior número possível de pessoas aderindo à revolução de veículos elétricos, como parte de nossa transição a um futuro de baixas emissões”, disse Steven Miles, Ministro do Meio Ambiente de Queensland.

TENDÊNCIA MUNDIAL
A notícia da iniciativa australiana segue vários outros anúncios importantes para o setor EV. Grã-Bretanha e França confirmaram que irão proibir vendas de veículos novos a gasolina e diesel a partir de 2040. A Índia se comprometeu a vender apenas carros elétricos até 2030, e a Noruega pretende fazer o mesmo até 2025. Os prefeitos de Madri, Paris, Cidade do México e Atenas afirmaram que vão proibir carros a diesel dos centros das cidades até 2025.

Esta nova Rodovia EV de Queensland cobrirá a mesma distância da Rodovia EV da Costa Oeste dos Estados Unidos, uma rede de estações de carregamento que se estende da Califórnia até Washington. Atualmente, os Estados Unidos possuem 16.107 estações e 43.828 terminais de carregamento, permitindo aos motoristas de Tesla realizarem viagens de até 20.000 km.

Queensland é o maior poluidor de carbono da Austrália, com o setor de transportes constituindo a segunda maior fonte de emissões de carbono do estado com 21,1 milhões de toneladas em 2014, quase dobrando desde 1990. Com o novo projeto, estima-se que esta situação seja revertida.

Foto: Flickr/Andrew Sutherland


Share

Guilherme Lupino
Guilherme Lupino

Engenheiro Civil, formado pela Universidade Estadual Paulista, entusiasta em novas tecnologias e sistemas de construção sustentáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *