Associação Americana de Medicina pede para hospitais adotarem uma dieta a base de plantas (sem carnes processadas)

Associação Americana de Medicina pede para hospitais adotarem uma dieta a base de plantas (sem carnes processadas)
31 ago 2017

Estudos já deram a deixa: vegetarianos vivem 20% mais, dieta vegana reduz o risco de doenças de coração em crianças e vegetarianismo pode salvar 8 milhões de vidas. A Associação Americana de Medicina agora reconheceu os diversos estudos e pede para que hospitais adotem uma dieta a base de plantas e que eliminem carne processada de seu cardápio.

Além da redução de carne, a resolução, publicada em junho deste ano, pede para que o sódio e o açúcar também seja reduzido. Com a representação de mais de 200 mil médicos, escreveu e divulgou os seguintes dizeres:

“Aqui chamamos todos os hospitais dos Estados Unidos para melhorar a saúde de seus pacientes, funcionários e visitantes ao (1) providenciar uma variedade de alimentos saudáveis, incluindo uma dieta a base de plantas que é pouco gordurosa, possui pouco sódio e açúcares, (2) eliminar carnes processadas de seus cardápios e (3) promover bebidas saudáveis”.

A ideia é que todos os pacientes recebem alimentos de qualidade e saudáveis para que a recuperação seja melhor. Imagine o impacto se todos os hospitais do mundo inteiro adotarem essa dieta?

Um primeiro passo seria se livrar de máquinas que fornecem salgadinhos e refrigerantes (muito comuns em corredores de hospitais americanos). Abaixo, assista ao vídeo do Neal Barnard, Presidente do Comitê Médico por Medicina Responsável.

Foto: Winfried Mosler/Creative Commons


Share

Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *