Arquiteto constrói abrigos de papel para socorrer vítimas de desastres naturais

Arquiteto constrói abrigos de papel para socorrer vítimas de desastres naturais
11 jun 2015

Já noticiamos aqui no The Greenest Post uma casa feita com pneus velhos e latas de alumínio e até mesmo com garrafas pet, mas com papel é novidade! O arquiteto Shiguero Ban construiu a primeira edificação usando o material em 1986, quando aquecimento global e sustentabilidade ainda eram assuntos muito pouco debatidos.

Depois de colocar verdadeiros monumentos de pé, Shiguero percebeu algo errado. “Em uma catástrofe, as pessoas precisam de abrigo, mas não há arquitetos por lá, estamos muito ocupados com pessoas privilegiadas”, conta durante palestra no TEDTalk. Assista no vídeo, abaixo!

Ruanda, Japão, Taiwan, Peru, Índia, Sri Lanka, China, Haiti e Nova Zelândia foram alguns dos países que receberam a ajuda ilustre. Agora é a vez do Nepal. Recentemente, o arquiteto, em parceria com a Associação de Arquitetos Voluntários (VAN, em inglês), anunciou a reconstrução do local. O terremoto matou mais de oito mil pessoas e deixou 19 mil feridos.

“Meu objetivo com este design é reduzir a quantidade de lixo após a demolição da estrutura”, explica Ban. “Os materiais devem ser reciclados depois”. Igrejas, escolas, casas e abrigos… o que a comunidade precisar, Shigueru coloca de pé — de acordo com o orçamento disponível para cada projeto.

Em um primeiro momento, a ideia era providenciar estruturas temporárias. entretanto, o que iria funcionar por três anos já está há mais de uma década de pé. “Afinal, o que define se é temporário ou permanente? Tantos prédios de concreto são derrubados e reconstruídos por conta do dinheiro”, completa.


arquiteto-constroi-abrigo-de-papel-desastres-naturais arquiteto-constroi-abrigo-papel-desastres-natura_dentro arquiteto-constroi-abrigo-papel-desastres-naturais_02 arquiteto-constroi-abrigo-papel-desastres-naturais_03

 

IslBG


Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *