O aplicativo que vende alimentos excedentes de restaurantes por um preço muito mais barato

O aplicativo que vende alimentos excedentes de restaurantes por um preço muito mais barato
21 set 2016

Já existem diversas iniciativas bem bacanas para reduzir o desperdício de alimentos – que hoje representa mais de ⅓ de toda a produção mundial! Um restaurante indiano, por exemplo, disponibilizou uma geladeira no meio da rua, onde qualquer um pode deixar alimentos que não vai consumir ou pegar uma refeição. Já na Itália, os restaurantes que doarem comida para sem-teto ganham redução de imposto.

Enquanto isso, no Reino Unido, um novo aplicativo pretende transformar as sobras de comida dos restaurantes  que estão em bom estado em algo rentável para os estabelecimentos – e vantajoso para os consumidores. Desta forma é possível evitar que alimentos em perfeitas condições acabem no lixo. Afinal, é muito comum restaurantes jogarem o que sobra no final do expediente fora. No Brasil, esse triste fato é inclusive lei. 

Batizado de Too Good To Go (Muito Bom Para Jogar Fora, em português), o aplicativo ainda mostra a geolocalização dos usuários, a fim de reduzir as distâncias percorridas. Funciona da seguinte forma: você cadastra o cartão de crédito, escolhe o restaurante conveniado e paga online pelas sobras em bom estado.

O restaurante informa quais são os horários permitidos para buscá-las. O preço varia de 2 a 3,8 libras (o equivalente a R$ 8,5 e R$ 16) e não é possível escolher quais alimentos você vai levar para casa – uma vez que a opção é o que está “sobrando”.

“O desperdício de alimentos é um problema idiota”, disse James Crummie, cofundador da Too Good To Go, em entrevista ao Business Green. “Os restaurantes do Reino Unido jogam fora cerca de 600 mil toneladas de comida todos os anos, enquanto existe aproximadamente um milhão de pessoas em situação de risco, que dependem de bancos de alimentos para sobreviver. Por que não conectá-los?”, questiona.

Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas no Reino Unido, mas a intenção é expandi-lo para o resto do mundo. Já pensou no Brasil?



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *