Abrigo convida crianças em alfabetização a ler para cachorros abandonados

Abrigo convida crianças em alfabetização a ler para cachorros abandonados
17 maio 2016

Enquanto, na Pensilvânia, crianças em idade de alfabetização leem para gatinhos abandonados, em Missouri elas são convidadas a contar histórias para cachorros vítimas de maus-tratos, que foram resgatados pela equipe do The Humane Society, ONG de proteção animal.

A ideia do projeto, batizado de Shelter Buddies Reading, é despertar o gosto pela leitura nos pequenos e, de quebra, ajudar os bichinhos a ressocializar com seres humanos. Isso porque, ao serem maltratados por seus donos ou mesmo por desconhecidos, grande parte desses cachorros desenvolveu pavor de gente, o que dificulta (e muito!) seu processo de adoção.

Ao ouvir constantemente a voz das crianças enquanto leem, protegidos por um vidro, esses animais vão aos poucos perdendo o medo que desenvolveram e, assim, podem ganhar um lar novamente. A diferença é que, dessa vez, seus donos serão muito melhores, porque são escolhidos a dedo pela equipe do The Humane Society. Muitos deles, inclusive, são pais das crianças que se voluntariam para a iniciativa. Legal, né?

Qualquer pequeno entre 6 e 15 anos de idade pode participar do projeto. Basta se inscrever online (com autorização dos pais, é claro!) e participar de uma capacitação para aprender a lidar com os animais do abrigo. Afinal, ninguém quer estressar os bichinhos, não é mesmo?

Desde que começou, a iniciativa só trouxe benefícios: as adoções aumentaram, as crianças estão lendo com maior frequência e todos estão aprendendo um pouco mais sobre empatia e respeito para com os outros seres vivos.

Assista ao vídeo do projeto abaixo. E prepara-se: transborda fofura!

Foto: Reprodução/YouTube



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *