A rede de cafés que convida clientes a deixarem refeições pagas para os sem-teto da região

A rede de cafés que convida clientes a deixarem refeições pagas para os sem-teto da região
20 dez 2016

Ambiente agradável, boa comida, atendimento de qualidade… As lojas da rede de cafés Social Bite seriam apenas mais uma opção de entretenimento pelas cidades da Escócia não fosse por um (lindo!) detalhe: preocupam-se com os moradores em situação de rua que vivem na região.

Mas se engana quem pensa que isso quer dizer que os cafés doam a comida excedente para os sem-teto ou algo do tipo (como faz a maior parte dos restaurantes preocupados com a causa). Nas lojas do Social Bite os moradores em situação de rua são servidos como verdadeiros clientes.

Funciona assim: as lojas da rede abrem de terça a domingo para o público pagante e convida cada um dos clientes a deixar pago para um sem-teto uma refeição ou bebida deliciosa como a que consumiu. Com o dinheiro arrecadado, então, os cafés abrem as portas todas as segundas-feiras para o público não-pagante: moradores em situação de rua, que são servidos como qualquer outro cliente.

Segundo os idealizadores da iniciativa, Josh Littlejohn e Alice Thopsom, a ideia é que os sem-teto se sintam realmente parte da sociedade, sem a discriminação de ter que comer uma refeição “padrão” oferecida por uma igreja ou projeto social, por exemplo, apenas porque está em condição de rua.

Curtiu? Pois tem mais! O Social Bite destina 100% dos seus lucros para causas sociais e ainda faz questão de capacitar e empregar os próprios moradores em situação de rua para trabalhar em suas lojas. A cada quatro funcionários contratados, pelo menos um vivia na condição de sem-teto. Bacana, não?

Assista, abaixo, ao vídeo da iniciativa. Por aqui, já estamos desejando uma rede de cafés semelhante no Brasil! E você?


 

Share

Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *